segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

CHAPEUZINHO VERMELHO DOS TEMPOS MODERNOS



CHAPEUZINHO VERMELHO DOS TEMPOS MODERNOS

Uma menina chamada Chapeuzinho Vermelho foi pela floresta para visitar sua avó doente. No caminho desconfiou que estava sendo observada e pegou outro caminho. O lobo que a seguia correu para a casa da Vovó, pois sabia que esse era o seu destino.
Quando a menina finalmente chegou na casa da vovó, entrou e foi direto ao quarto. Abriu a porta, levou um susto e disse:
- Vovó como você está diferente, tão peluda!
- São esses tratamentos de pele, minha neta! Que ao invés de rejuvenescer, criam pêlo.
- Esses olhos tão grandes?
- Foi a plástica que fiz para melhor enxergar. Não achou legal?
- Esse nariz tão grande?
Está inchado de tanto fazer pilling, minha querida!
- Não é a toa que a Senhora está doente, com tantos tratamentos estranhos. Mas e essa boca tão grande?
- Isso é para ...
É interrompida pela porta que se abre e um Guarda Florestal entra rápido.
- Prenda Seu Guarda!Aposto que é o lobo que fez algo com minha avó. Fiquei desconfiada e chamei o Guarda. Eu estava certa!
A porta se abre mais uma vez e quem entra para o espanto de todos - a Vovó. Cheia de sacolas, de óculos escuros modernos e cabelos pintados de rosa.
- Vovó o que é isso? Venho aqui visitá-la, pois mamãe disse que a Senhora estava debilitada e mais ...
- Chega de mais, replicou a Vovó. - Sua mãe é uma retrograda, não gosta que eu more na floresta, não deixa eu ir ao shopping fazer comprar e muito menos admite a minha amizade com o lobo. Por isso, pedi para ele tomar o meu lugar enquanto eu saísse para ninguém desconfiar. Quer saber? Chega! Por isso, pintei o cabelo. Vamos agora mesmo conversar com a sua mãe e vou pedir para ela parar de colocar esse capuz vermelho em você. É muito démodé!

 -------------------
Esse conto foi um exercício do curso de contos infantis. Já foi publicado no Jornal Diário de Santa Maria.



4 comentários: